Buscar

CALÇA CHINO MASCULINA: SUA HISTÓRIA E EVOLUÇÃO.


Com presença esmagadora, os jeans podem ser o campeões dos guarda-roupas, mas a calça chino masculina não fica atrás no quesito versatilidade ou estilo.

Quando usamos o termo “chino” nos referimos a duas coisas bem próximas: o tecido e a calça. O material que consiste em uma sarja leve e confortável é conhecido como chino, mas a calça, que tem um modelo facilmente reconhecível, também acabou ganhando esse nome.


HISTORIA DA CALÇA CHINO.

A calça chino é mais um daqueles itens que está em nosso cotidiano graças ao exército. A peça foi usada inicialmente pelos soldados britânicos no norte da Índia colonial em meados do século XIX e fez tanto sucesso que foi adotada pouco tempo depois (1898) na Guerra Hispano-Americana por ambos os exércitos. Entretanto foram os espanhóis que a batizaram, pois essa parte de seu uniforme era fabricada na China, ganhando o nome de “pantalones chinos”, sendo a expressão abreviada apenas para “chino” pelos americanos.

Sua cor original era o cáqui, um marrom claro e opaco, quase bege, perfeito para camuflagem em locais desérticos, contudo, a moda e as exigências do público deram origem a chinos de todas as cores imagináveis, do sério marinho ao delicado rosa bebê.


DO MILITAR PARA O CIVIL.

Com o fim da guerra, as calças chino ganharam as ruas, afinal a roupa era confortável e prática. Os civis viram a nova moda trazida pelos ex-combatentes e não demoraram a copiá-la.

Nos anos 70 as chinos caíram no gosto de designers.

Nos anos 90, com as roupas neutras e os cortes largos, as calças chino perderam um pouco de ser charme e acabaram passando por roupa de homem na crise de meia-idade.


A CALÇA CHINO MASCULINA HOJE.

A partir do início dos anos 2000 a peça voltou a se destacar a partir do momento que teve sua silhueta atualizada em uma modelagem slim fit que valorizava o corpo do homem. Desde então o item passou a ganhar cada vez mais terreno e hoje ocupa uma posição de destaque dentro do leque de opções de moda masculina.


POR QUE FEZ TANTO SUCESSO?

Neutra, fácil de combinar, confortável e versátil. A calça dá espaço para criatividade e permite looks mais elegantes, seja mesclada com itens formais ou outros totalmente despojados.

Outra coisa bacana é que a chino não tem idade, ou seja, além de ser atemporal, pois é um item que não sai de moda.

O visual com pouco elementos garante elegância e evita que a peça torne o look carregado de informação.


EVOLUÇÃO DA CALÇA CHINO.

A chino, embora clássica, não se mostrou imutável, por exigência do público seu corte ficou mais seco com o passar do tempo, mas ainda há a possibilidade de encontrar nas araras modelagens que vão do comfort ao skinny.

A cartela de cores foi muito ampliada. Se no começo havia apenas o cáqui, agora lojas oferecem, além das neutras, mais tantas outras inspiradas nas cores das estação.

O tecido continua leve e agradável de usar, mas ganhou reforço do elastano e se tornou mais maleável, dando maior liberdade de movimentos, mesmo quando a peça é ajustada ao corpo.




https://www.canalmasculino.com.br/calca-chino-masculina-sua-historia-e-evolucao/



65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo